terça-feira, 21 de abril de 2020

Relatório da Missão 35 do Habitat Marte - 17 a 21 de abril de 2020.


Período: 
17-21 de abril de 2020.

Membros da missão:
Davi Souza
Executivo-chefe

Dalmo Múcio Silva dos Santos
Cientista-chefe
E-mail: dalmomucio@gmail.com

Isabel Portugal
Pesquisadora convidada

Prof. Julio Rezende
Comandante

Objetivo geral:
Aprimorar e avaliar a metodologia das missões virtuais e híbridas, artigos e os videorelatórios.

Apresentação
Na missão 35 foram aprofundadas as reflexões sobre a metodologia das missões virtuais, desenvolvimento de artigos e criação de novos protocolos.

Atividades desenvolvidas na missão:
- Desenvolvimento e teste da metodologia de missão virtual;
- Desenvolvimento da metodologia das missões híbridas;
- Construção de artigos e pôster para o ICES 2020;
- Realização do Protocolo de Manejo do Sistema de Aquaponia no Habitat Marte;
- Estudo sobre o cultivo de microalgas;
- Desenvolvimento de novos protocolos.

17 de abril de 2020 (sexta-feira)
Horário
Atividades
14h
- Início da missão. 
14h-23h
- Avaliação da metodologia das missões virtuais.
- Conclusão e submissão dos artigos Spacesuits: challenges and research e Motivating for space in Brazil e do poster Space Greenhouses: analog research for ECLSS para o evento International Conference on Environmental Systems.


18 de abril de 2020 (sábado)
Horário
Atividades
9h30m-12h
- Preparação do evento Dia Mundial da Terra: o papel das tecnologias ambientais e o enfrentamento do coronavírus – dia 22/04/20 às 16h30m.
12h-13h30m
- Preparação e almoço.
13h30m-14h
- Preparação para a videochamada.
14h-15h
- Video-chamada – Definição da Programação da missão
15h-16h
- Preparação do relatório
16h-18h
- Filme O Espaço Entre Nós: adolescente Gardner Elliot (Asa Butterfield) é o primeiro humano nascido em solo marciano. Mas ele deseja fazer uma viagem à Terra para conhecer a verdade sobre seu pai biológico, e sobre seu nascimento. Nesta jornada, ele tem o apoio de Tulsa (Britt Robertson).
18h-24h
- Preparação do relatório.


19 de abril de 2020 (domingo)
Horário
Atividades
0h-1h30m
- Preparação do relatório.
6h30m-7h30m
- Atividade física.
7h30m-8h30m
- Preparação do relatório.
8h30m-9h
- café da manhã
9h-12h
- Preparação do relatório e desenvolvimento da metodologia das missões virtuais.
- Isabel Portugal fez levantamento de alguns artigos relacionados à microalgas:
Artigo Microalgae Cultivation in Space for Future Exploration Missions: Results of the Breadboard Activities for a Long-Term Photobioreactor Spaceflight Experiment on the International Space Station e os links:
https://www.nasa.gov/sites/default/files/atoms/files/microalgaeprotocols_508.pdf  
about_microalgae/index.html 
https://www.bio-link.org/blog/microalgae-in-space
 https://www.space.com/space-station-algae-experiment-fresh-air.html
14h-15h30m
- Videoreunião sobre microalgas.
16h-19h30m
- Deslocamento para o Habitat Marte.
19h30m-20h
- Observação astronômica no Habitat Marte.
20h-20h20m
- Jantar: pão de queijo e limonada.
20h20m-22h
- Preparação do relatório.

20 de abril de 2020 (segunda-feira)
Horário
Atividades
6h
- Despertar no Habitat Marte – Caiçara do Rio do Vento
6h-8h
- Elaboração do Protocolo operacional e de segurança no uso do MarsLab/ Laboratório de Sustentabilidade no Habitat Marte,
- Elaboração do Protocolo de verificação do Habitat Marte durantes missões híbridas,
- Elaboração do relatório técnico.
8h10m-8h40m
- Levantamento de necessidades de melhoria.
9h
- Café da manhã.
- Temperatura: 28,7oC
- Umidade: 66%
8h30m-10h
- Elaboração do relatório da missão.
10h-10h35m
- Atividade híbrida: videochamada do Habitat Marte – Caiçara do Rio do Vento;
- Realização do Protocolo de Manejo do Sistema de Aquaponia.
10h45m-12h30m
- Deslocamento do Habitat Marte (Caiçara do Rio do Vento) para Natal.
12h30m-13h45m
- Almoço.
13h45m-14h45m
- Relatório.
14h45m-15h30m
- Repouso.
15h30m-16h
- Elaboração do relatório da missão.
16h-17hm
- Videochamada 
17h-24h
- Atualização do relatório e encerramento da missão.

21 de abril de 2020 (terça-feira)
Horário
Atividades
0h-2h
- Preparação do videorelatório por Davi. 
8h-9h
- Despertar e café da manhã.
9h-12h
- Preparação do relatório e dos videorelatórios.
12h-13h30m
- Almoço
13h30m-16h
- Repouso.
16h-18h
- Preparação do relatório, elaboração de novos protocolos para o Manual Operacional e gravação dos videorelatórios.


Resultados e considerações finais
Aconteceu de 17 a 20 de abril de 2020 a trigésima quinta missão da estação de pesquisa Habitat Marte. A equipe da missão 35 foi composta pelos pesquisadores e astronautas análogos Davi Souza (chefe-executivo), Dalmo Santos(Cientista-chefe), Isabel Portugal (Pesquisadora Convidada) e professor Julio Rezende (comandante). A missão teve como enfoque especial a preparação de artigos e desenvolvimento de novas pesquisas.
Esta foi a primeira missão com mais de 72 horas, atingindo 100 horas e 4 dias de missão. Foi também a primeira missão com um participante que não está no Rio Grande do Norte. 
Esta é a segunda missão híbrida. As missões híbridas envolvem: 1) atividades remotas (à distância, realizadas de modo virtual) e 2) de modo presencial (envolvendo operações de suporte ao funcionamento do Habitat Marte).
No primeiro dia foram concluídos os artigos Spacesuits: challenges and research e Motivating for space in Brazil e o poster Space Greenhouses: analog research for ECLSS para o evento International Conference on Environmental Systems. Nesta noite e na manhã seguinte Davi Souza necessitou atendimento médico devido a uma intoxicação alimentar. O tema de intoxicação alimentar pode impactar a saúde de astronautas, prejudicando a performance podendo colocar em risco a vida. Sobre esse tema Davi escreveu um artigo que foi publicado em www.HabitatMarte.com. De acordo com Davi Souza, encaminhamentos para evitar tais situações no espaço, demandam  algumas medidas a curto e a longo prazo para poder obter resultados úteis fundamentados em dados científicos:
1. Conduzir estudos prévios para verificar se as propriedades de um ambiente espacial, como poeira cósmica, radiação, exposição à microgravidade e etc., podem provocar mudanças no organismo de um astronauta;
2. Realizar testes de alergias regularmente, para verificar se há alterações que possam provocar restrições na alimentação do astronauta;
3. Planejar dietas à base de legumes e vegetais (incluindo proteína vegetal);
4. Optar por outras fontes alternativas de alimentos, como cultivo de algas, que forneçam os nutrientes necessários para manter uma dieta equilibrada.

No segundo dia, professor Julio Rezende definiu a organização do evento Dia Mundial da Terra: o papel das tecnologias ambientais e o enfrentamento do coronavírus, : dia 22 de abril de 2020, das 16h30m às 18h. Durante a tarde ocorreu a videochamada com a participação de Julio, Davi e Dalmo.
Na videochamada de sábado foi avaliado um protocolo para as missões virtuais. Dalmo sugeriu o uso do Google Class. No Google Class os conteúdos seriam disponibilizados conforme um cronograma para os participantes das missões. É sugestão de Dalmo ter menos atividades operacionais e a construção de mais conteúdo digital. Um dos conteúdos sugeridos é o livro Origins of 21st-Century Space Travel:  https://www.nasa.gov/sites/default/files/atoms/files/origins_of_21st_century-tagged.pdf.
Percebeu-se que é muito importante que na primeira mensagem que seja enviada no grupo já apresente todas as informações necessárias para se saber sobre o funcionamento das missões virtuais. Inclusive com o conteúdo do protocolo da missão virtual. Na missão 35 foi compartilhado  áudio com a jornada de fantasia. Professor Julio Rezende apresentou a proposta de Instrução de jornada de fantasia para as missões virtuais no Habitat Marte.

No terceiro dia, durante a manhã ocorreu o refinamento da metodologia para realização das missões virtuais. Quanto à realização de uma possível missão internacional, verificou-se a necessidade de se preparar uma versão do manual operacional em inglês do Habitat Marte.

No Quarto dia, o participante Julio Rezende acordou no Habitat Marte dando continuidade à elaboração do relatório e do protocolo operacional e de segurança no uso do MarsLab/ Laboratório de Sustentabilidade no Habitat Marte. Às 10horas ocorreu a videochamada com Davi Souza e Dalmo Santos. Foram apresentadas recomendações de melhoria da gestão do BioHabitat. Dalmo apresentou orientações finais para se colocar em operação o sistema de aquaponia Deep Water Culture (DWC), o que deve ocorrer em uma próxima missão.
Das 16 às 17 horas ocorreu a videoreunião da missão 35. Foram discutidos os avanços na metodologia das missões virtuais e o passo-a-passo para colocar o sistema de aquaponia Deep Water Culture (DWC) em funcionamento. 
Avaliou-se aprofundar em futuras missões a operacionalização de um sistema automatizado de monitoramento da qualidade do ambiente de cultivo. Deve-se procurar articular a participação de especialistas nesse projeto específico. Pensando em uma perspectiva de missão presencial foram discutidos alguns pontos interessantes para as pesquisas do Habitat Marte voltadas ao cultivo de alimentos no espaço. Para as atividades realizadas presencialmente, o manejo adequado do sistema de aquaponia é um item indispensável para o assegurar o equilíbrio do sistema e que deveria ser incluído no planejamento de todas as missões análogas. Devido a carga horária reduzida das missões e as demais atividades na estação, o manejo muitas vezes não estava sendo realizado, o que prejudicou no desempenho do sistema e desenvolvimento das plantas. Mesmo com os protocolos para auxiliar nos direcionamentos, notou-se a necessidade do uso de tecnologias inovadoras para dar maior suporte aos astronautas análogos durante seus afazeres.
                  Já no contexto de uma missão híbrida é possível realizar alguns direcionamentos para atividades de extrema importância, como é o caso manejo na aquaponia. Nas atividades remotas, a conexão do sistema de monitoramento à internet permitirá realizar análises à distância através de um dispositivo móvel (celular, notebook, etc.). O monitoramento do sistema em tempo real é outro mecanismo bastante útil para ser implementado. Além da geração de dados, a equipe poderá realizar verificações e tomar decisões de forma a evitar possíveis complicações durante o funcionamento do sistema.                 
                  Assim, os membros da missão adotaram a ideia de testar estas abordagens para implementar um novo sistema de monitoramento da qualidade do ambiente de cultivo na estação de pesquisa análoga, integrando toda a área destinada à produção de alimentos. Para futuras missões, avaliou-se aprofundar na operacionalização deste novo sistema, articulada à participação de especialistas nesse projeto específico. 
                  A utilização da automação como tecnologia de apoio é indispensável em um contexto espacial. Sua aplicação em um sistema de cultivo é capaz de impulsionar a economia de recursos e reduzir o tempo gastos com tarefas que exigem esforços constantes dos astronautas, possibilitando que dediquem seu tempo a pesquisas mais avançadas e outras tarefas no habitat.
Dessa forma, foram propostos o uso de sensores e mecanismos automáticos destinados para:
- Alimentação dos peixes;
- Irrigação e abastecimento de água;
- Manejo e monitoramento do sistema;
- Controle da qualidade da água do sistema.

                  No quinto dia (21/04/2020) elaborou-se: Orientações básicas às missões virtuais, Protocolo de coleta local de dados nas missões virtuais, o Protocolo psicológico e o Protocolo Reunião Virtual Pré-Missão (RVPM). Os videorelatórios (em inglês e português) foi disponibilizado para a avaliação dos demais participantes.
Durante à tarde foi dado início ao desenvolvimento de um protocolo relacionado à metodologia de comunicação com ex-membros das missões de modo a apresentar o desenvolvimento das missões e os resultados encontrados. Começou a ser formulado também procedimentos a procedimento a serem aplicados próximos ao encerramento da missão, assim como um protocolo referente à participação de convidados especiais.

Observou-se que o mês de abril de 2020 foi o que teve maiores contribuições ao Manual Operacional do Habitat Marte. Dos 31 protocolos hoje existentes do Habitat Marte, pelo menos 15 foram criados nessa missão, muitos relacionados ao funcionamento e apoio das missões virtuais.

Mais informações sobre as missões e o Habitat Marte podem ser encontradas em www.HabitatMarte.comDavi Souza (chefe-executivo) e Julio Rezende  (comandante).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Report of Mission 39 in Habitat Marte

Days:  May 14 th -19 th , 2020. Members of the mission : Agnieszka Elwertowska (Poland) Commander Main station chief E-...