sábado, 28 de julho de 2018

RELATÓRIO HABITAT MARTE – MISSÃO 4

RELATÓRIO HABITAT MARTE – MISSÃO 4


Período:
26 a 28 de julho de 2018.

Local:
Habitat Marte – Núcleo de Pesquisas em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade do Semiárido (NUPECS) – Caiçara do Rio do Vento – RN – Brasil.

Participantes e funções
Elionardo Carlos Teixeira
Executivo chefe da Missão
Pastor_2525@hotmail.com

Julio Francisco Dantas de Rezende
Comandante da Missão

Objetivo geral:
Melhoria das condições operacionais da estação de pesquisa Habitat Marte.

Atividades a serem desenvolvidas na missão:
- Pesquisa, avaliação e aprimoramento da câmara de descompressão;
- Avaliação dos Módulos Autônomo de Resfriamento Sustentável (MARS) em Atividades Extraveiculares (EVA);
- Avaliação da experiência das Atividades Intraveiculares (IVA);
- Observação astronômica;
- Identificação de oportunidades de melhoria da estação de pesquisa Habitat Marte/ levantamento de novas necessidades
- Elaboração de relatórios da missão.

26 de julho de 2018
Horário
Eventos
13h20m
Saída de Natal
15h
Chegada em Caiçara do Rio do Vento (RN)/ Aquisição de água e material de construção
15h30m
Recepção dos alunos do projeto Mulheres Mil do IFRN – Campus Lajes em Caiçara do Rio do Vento (RN)
15h40m-17h30m
Apresentação sobre o funcionamento do NUPECS e o Habitat Marte aos visitantes
17h50m
Acomodação dos participantes na estação.
Início da simulação
Levantamento de alimentação disponível
18h-19h
Observação da Lua, Marte, planetas e estrelas
19h-19h10m
Preenchimento do questionário inicial de Elionardo.

19h10m
- Início do preenchimento do relatório do Habitat Marte.
- Temperatura interna do Habitat: 30,6 °C;
- Umidade relativa interna do Habitat: 59%.

19h32m
- Temperatura interna do Habitat: 29,1 °C;
- Umidade relativa interna do Habitat: 58%.

19h22m 19h32m
Preparação do jantar (ovos mexidos, atum, pão e melancia).

19h40m
19h55m
Jantar

19h55m
20h04m
Limpeza dos pratos

20h05m – 20h50m
- Elaboração do Manual de orientações de funcionamento de missões.
20h50m-21h20m
- Intervalo

21h20m-22h
Definição de  cronograma/ horário das tarefas para a missão.
21h40m
- Temperatura interna do Habitat: 28,2 °C;
- Umidade relativa interna do Habitat: 61%.
21h40m-23h06m
- Elaboração do Manual de orientações de funcionamento de missões.
23h20m
- Tripulação recolhida para dormir.
- Temperatura interna do Habitat: 27,9 °C;
- Umidade relativa interna do Habitat: 61%.


27 de julho de 2018
Horário
Eventos
6h
- Elionardo acordou
- Preparação do café
6h30m
- Júlio acordou
- Temperatura interna do Habitat: 26,4 °C;
- Umidade relativa interna do Habitat: 61%.
6h45-6h55m
Café da manhã:
- Pão francês,
- queijo de coalho,
- ovo mexido
- Café,
- paçoquinha.
- melancia
6h55m-7h10m
- Elaboração do Manual de orientações de funcionamento de missões.
7h10m
Leitura das atividades do dia
Preparação para saída do módulo
7h25m
Momento na câmara de descompressão
7h30m-10h20m
Instalação da internet
Registro fotográfico

10h20m-
- Temperatura interna do Habitat: 29,9 °C;
- Umidade relativa interna do Habitat: 58%.
- Foi realizada a primeira consulta à internet para verificar a temperatura: 28o C. Sem estimativa de chuva.
- Observou-se uma diferença da temperatura informada por satélite e a verificada dentro da estação.
10h20m-11h15m
Avaliação de orientações ao encerramento da missão Melhoria e reparo do M.A.R.S.

11h15m
Preparação da Atividade Extraveicular

11h30m-11h35m
Momento na câmara de descompressão
11h35-12h
Atividade Extraveicular:
- visita à formação rochosa
- avaliação do M.A.R.S. e
- fotografias.
12h05m-13h15m
Atividades pós-veicular
Preparação de relatórios
Preparação almoço
13h15m-13h35m
Almoço
13h35m-13h45m
Limpeza de pratos e mesa
13h35m-14h
Adesivar a geladeira
14h-18h
Instalação da sinalização de segurança e do forro da câmara de descompressão
18h-18h30m
Limpeza do Habitat Marte e banho
18h30m-20h30m
Observação do eclipse da Lua, Marte, Júpiter e Vênus. Escutando Elomar, AC-DC e Iron Maiden.
- Jantar: queijo de coalho, batata doce, vinho, limonada, pão, café e comida de astronauta (space food)
- Temperatura interna do Habitat: 26,6 °C;
- Umidade relativa interna do Habitat: 68%.
20h30m – 22h
- Preenchimento do questionário final de Elionardo;
- Elaboração do questionário final;
- Organização do espaço físico.
22h10m
Preparação para dormir.



28 de julho de 2018
Horário
Eventos
6h10m
Elionardo acordou.
6h10m-6h40m
Preparação do café da manhã
6h40m
Julio acordou.
6h40-7h
Café da manhã
7h-7h30m
Fotos de registro da estação Habitat Marte
7h55m
- Temperatura interna do Habitat: 25,6 °C;
- Umidade relativa interna do Habitat: 70%.
7h55m-8h10m
Redação final do relatório da missão 4.
8h10m – 8h20m
- Fechamento da missão e retirada dos materiais.



Resultados
            A missão 4 permitiu a geração de vários resultados:
1 - Elaboração do Manual de orientações de funcionamento de missões
2 - Proposição de metodologia de avaliação da condição física/ saúde.
3 - Melhoria do Protocolo das Atividades Extraveiculares do Habitat Marte
4 - Aprimoramento do modelo de relatório final
5 - Definição de lista de verificação de imagens que precisam ser feitas para documentar a missão
6 - Proposição de modelo de lista de itens a serem adquiridos ou programados para as próximas missões
7 – Considerações sobre a política de uso da internet.
8 – Melhoria dos Módulos Autônomos de Resfriamento Sustentável – MARS.

Orientações:
Recomenda-se:
- Elaboração de mapas da região do Habitat Marte
- Preparação de quadros explicativos sobre os resíduos no Habitat Marte.
– Lista de verificação de ferramentas
– Organização de recipientes de guardar materiais
- Preparação de quadros explicativos (em ordem cronológica) sobre o espaço/ Marte e o Habitat Marte.

Foram identificadas algumas orientações remanescentes da missão anterior:
- providenciar local na estação para carregamento das baterias dos módulos;
- providenciar álcool ou outro produto para limpeza do visor do capacete;
- providenciar flanela específica para limpeza  dos visores;
- ver melhor identificação do botão de acionamento no M.A.R.S.;
- ver e avaliar armadilhas para moscas;
- protocolo de exercícios de aquecimento e alongamento.
– Arte de quadros a serem fixados nas paredes com a ordem dos exercícios a serem realizados.

            Recomenda-se que exista uma preparação para atender os aspectos supracitados.

Considerações finais
            A missão 4 apresentou uma grande variedade de resultados e verifica-se que foram apresentadas importantes contribuições para o funcionamento da estação Habitat Marte. Merece grande destaque a instalação da internet no Habitat Marte; a reforma da câmara de descompressão procedendo-se: 1) pintura de alguns componentes, 2) sinalização de segurança; 3) instalação do forro; 4) iluminação e 5) complementação da tematização. Foi muito interessante a observação do eclipse lunar que ocorreu na noite de sexta-feira (27 de julho de 2018). Ainda referente à observação astronômica, identificou-se Marte, Jupiter, Vênus e Saturno com apoio do aplicativo Sky View.
            Um aspecto muito importante da missão 4 foi a melhoria dos Módulos Autônomos de Resfriamento Sustentável – MARS. O equipamento após as melhorias apresentam maior segurança no manuseio e uma maior qualidade final.
            Merece grande destaque a participação de Elionardo Teixeira, munícipe de Caiçara do Rio do Vento. Foi a primeira vez que uma pessoa da cidade onde funciona o Habitat Marte participou da missão. Desse modo, verifica-se que o Habitat Marte colabora na irradiação da ciência, tecnologia, inovação, espaço e sustentabilidade, sendo observadas ações não apenas de pesquisa mas também de educação associada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).
            A missão 4 foi a primeira com apenas dois membros. O grande número de resultados mostra que uma equipe pequena pode ser muito produtiva em termos operacionais e de pesquisa. Espera-se que alguns resultados da missão possam ser transformados em trabalhos acadêmicos que venham a ser apresentados em congressos e publicados em revistas. A missão totalizou 38 horas, havendo o pernoite de duas noites.
            Os avanços na elaboração do manual de funcionamento das missões apresentam-se como de grande contribuição e maior segurança para as missões futuras que venham ocorrer no Habitat Marte. Considera-se que esse resultado permitirá a publicação de alguns artigos.


domingo, 17 de junho de 2018

17 de junho: Dia Mundial de Combate à Desertificação e a seca

Hoje, 17 de junho, é comemorado o Dia Mundial de Combate à Desertificação e a seca. Esta data é uma oportunidade para reflexões sobre a própria condição do semiárido e as estratégias que precisam existir para lidar com esse fenômeno. A data foi criada em 1994. Na Europa 22% do solo está erodido. Grande parte do sul do continente pode se desertificar até o ano de 2050. Alternativas seriam, por exemplo, o reuso da água.
Muitos cientistas procuram associar a intensificação dos processos de desertificação e secas com as mudanças climáticas. De acordo com essa corrente de pensamento, serão mais prolongados os períodos de estiagem. Possíveis consequências são a desestruturação produtiva e a geração de maior números de conflitos, guerras e refugiados. Em vista da importância do tema, verifica-se a necessidade de políticas públicas que apresentem soluções. Considera-se estratégico o debate da temática no contexto dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS).
No Núcleo de Engenharia, Ciência e Sustentabilidade do Semiárido (NUPECS), em funcionamento na zona rural de Caiçara do Rio do Vento, no estado do Rio Grande do Norte, temos recebido grupos de estudantes e professores para debater sobre quais estratégias podemos desenvolver para diminuir o impacto de populações no meio ambiente e como podemos conviver melhor com as condições encontradas no semiárido. No último dia 14 de junho, recebemos estudantes da Escola Estadual Floriano Cavalcanti, da cidade de Natal.
Um enfoque especial explorado na visita ao NUPECS, foi quanto ao tema espacial. Ciência e tecnologia espaciais associadas podem apresentar importantes caminhos inovadores no sentido de se imaginar novas formas de convívio com o semiárido. Uma dessas compreensões seria a concepção e desenvolvimento de habitats autossustentáveis que apresentem às pessoas, que venham a habitar nesses locais, condições favoráveis de sobrevivência. Esse locais devem permitir aproveitar recursos escassos realizando o reaproveitamento da água, a reciclagem de resíduos, a produção de alimentos e a geração da própria energia, tudo isso associado a uma boa condição de conforto e segurança. É isso o que ocorre na Estação Internacional Espacial ou ISS (International Space Station) e é isso que ocorrerá nas primeiras estações de pesquisa a se instalarem no planeta Marte e é essa a proposta inovadora de pesquisa empreendida na estação de pesquisa análoga à Marte, Habitat Marte, que funciona no NUPECS, em Caiçara do Rio do Vento. Trata-se da primeira estação de pesquisa análoga à Marte a funcionar na América do Sul e a quarta no mundo. Acreditamos que projetos inovadores como o Habitat Marte contribuam para lidar com a desertificação e a seca. Mais informações sobre o Habitat Marte podem ser encontradas em: www.HabitatMarte.com.




RELATÓRIO HABITAT MARTE – MISSÃO 4

RELATÓRIO HABITAT MARTE – MISSÃO 4 Período: 26 a 28 de julho de 2018. Local: Habitat Marte – Núcleo de Pesquisas em Engenh...