quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

HABITAT MARTE












HABITAT MARTE INFORMATION

In Brazil, in semiarid of Rio Grande do Norte State, is operating the Mars analog research station Habitat Marte. The station Habitat Marte is the only Mars analog habitat in operation in South hemisphere. Since December, 2017 just happened 29 missions with 700 hours, 80 participants and more than 50 days. During the simulation missions, the analog astronauts follow protocols and routines of a space station. In Extravehicular Activities (EVA) are used spacesuits to simulate to be in Mars or Moon landscape.
One advantages of Habitat Marte is to be located 28 ml/46 km away from Cabugi Volcano, an excellent hotspot to collect basalt. This feature contributes to the development of studies on the formulation of a Mars soil simulant in Brazil. Cabugi Peak is an extinct 590-meter-high volcano, with an age of 19 million years presenting basalt in the summit.
Basalt is also common in moon and Mars. Basaltic formations, common to volcanic areas, have been a source of research to identify whether this raw material can be used to develop a Mars simulant soil.
Research on Martian soil simulation reveals its importance in seeking to evaluate how the development and behavior of plants in these soils will be, in order to evaluate the cultivation of food that will allow the feeding of future settlements on Mars and the moon.
Future research will answer how analogous to Mars is the rock and soils collected in Cabugi volcano.
Frequently, HABITAT MARTE receives students from schools and universities. In these moments is presented concepts of sustainability and space. The meeting with students and researchers shows the role of transferring knowledge and technologies to rural producers, students and teachers for the eradication of poverty (SDG1); fighting hunger (SDG2); promotion of education (SDG4) and sustainability (SDG13).
In the greenhouse BioHabitat records an expansion of 33 meters in area. BioHabitat is going from an area of 12 meters to 45 meters. Part of this area accommodates two different aquaponics systems.
In the visits to Habitat Marte students are introduced to the value of agricultural activities and the need to incorporate innovation such as the use of aquaponics systems, which has the role of producing food with water savings. 
The Habitat Marte is looking for opportunities of partnerships. Coordinator: Prof. Julio Rezende – juliofdrezende@hotmail.com.
www.HabitatMarte.com

HABITAT MARTE - MISSAO MARS2020. #Mars2020 #Mars #Marte

A estação de pesquisa e simulação espacial Habitat Marte / SemiaridLAB funciona na zona rural do município de Caiçara do Rio do Vento (RN) à 100 km de Natal.  O desafio do Habitat Marte/ SemiaridLAB é funcionar conforme um conceito de autossustentabilidade. Desse modo, necessitamos produzir o próprio alimento que será consumido nas missões de simulação espacial; gerar a própria energia; tratar o esgoto e captar e armazenar a água da chuva que é utilizada durante as missões, recurso esse fundamental para a produção de alimentos. Esse conceito é aplicável em regiões no planeta afetadas pela falta de água e também para habitats espaciais.
Recebemos visitas técnicas de escolas e universidades; desenvolvemos ações de divulgação científica junto à escolas públicas e comunidades e participamos de feiras de ciência. Um dos nossos objetivos é fazer divulgação científica associando sustentabilidade no espaço e no semiárido. 
O encontro entre estudantes e pesquisadores do Habitat Marte mostra o papel de transferir conhecimentos e tecnologias para produtores rurais, estudantes e professores para erradicação da #pobreza(#ODS1); combate da #fome(#ODS2); promoção de #educação (#ODS4) e da sustentabilidade(#ODS13).
2020 é um ano importante para exploração de Marte em razão da proximidade das órbitas dos dois planetas. Devido à proximidade, uma janela é aberta para o lançamento de missões. Algumas missões deste ano: Mars2020 (NASA),  ExoMars (ESA/Roscosmos),  Huoxing-1 (Agência Chinesa) e  Hope Mars Mission (Emirados Árabes). 
Uma das nossas inserções na mídia de maior impacto foi a reportagem no Fantástico  Pesquisador brasileiro visita estação no deserto que simula planeta Marte:
Ao final de 2019 completamos 26 missões, com mais de 600 horas, 70 participantes e mais de 50 dias de simulações. O Habitat Marteé um componente do projeto de pesquisa na Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN intitulado Tecnologias de Sustentabilidade no Semiárido, Marte e estações de pesquisa (Código: PVG14863-2017).
Em 2019 foram estabelecidas várias parcerias internacionais que apoiam o funcionamento da estação de pesquisa Habitat Marte. Parcerias foram estabelecidas com organizações da Europa, Estados Unidos, Israel e África. A seguir a relação das sete parcerias internacionais que foram estabelecidas: Final Frontier Design (Estados Unidos), Mars Academy (Estados Unidos), Pneumocell (Austria), Desert Mars Analog Ramon Station - D-MARS (Israel),Human Planet Studio (Russia), Greek Newspace Society (Grécia) eMicrogravity Simulations Laboratory of National Space Research and Development Agency – NASRDA (Nigeria).

Contato: Prof. Julio Rezende - Coordenador da estação de pesquisa Habitat Marte (www.Habitat Marte.com)/  Departamento de Engenharia da Produção– UFRN
Telefone: 84 99981-8160. 

Fotos da missão 29 no Habitat Marte: 21 e 22 de fevereiro de 2020









HABITAT MARTE - RELATORIO MISSAO 29 - 21 e 22 de fevereiro de 2020

Período: 
21 e 22 de fevereiro de 2020.

Local: 
Habitat Marte – Núcleo de Pesquisas em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade do Semiárido (NUPECS) – Caiçara do Rio do Vento – RN – Brasil.

Membros da missão:
Davi Alves Feitosa de Souza
Executivo-chefe.

Dalmo Múcio Silva dos Santos
Cientista-chefe
E-mail: dalmomucio@gmail.com

Sarah Carla Gomes de Campos
Assistente de engenharia

Prof. Julio Francisco Dantas de Rezende
Comandante da missão

Objetivo geral:
- Construção do Deep Water Culture Aquaponic Unit (DWC).

Apresentação
Na missão 29 desenvolvida em 21 a 22 de fevereiro de 2020 realizou-se a ampliação do BioHabitat e a construção do novo sistema de aquaponia Deep Water Culture Aquaponic Unit (DWC). 

Atividades desenvolvidas na missão:
- Construção do novo sistema de aquaponia Deep Water Culture Aquaponic Unit (DWC);
- Organização do Dormitório/ sala de pesquisa;
- Recepção de estudantes do IFRN, UFRN e da cidade de Caiçara do Rio do Vento.

21 de fevereiro de 2020
Horário
Atividades
17h-18h
- Início da missão;
- Descarregamento dos itens da missão;
- Organização do espaço físico;
- Acionamento do ar condicionado.
18h-19h30m
- Organização e avaliação do dormitório/sala de pesquisa que agora funciona com ar condicionado.
19h30m-21h
- Debate sobre elaboração de artigos.
- Preparação do relatório 
21h-21h20m
- Preparação do jantar.
21h20m-21h45m
- Jantar: pão, ovo com sardinha, bolacha de Jucurutu, limonada e pasta de amendoim.
22h-23h30m
- Organização do MarsLab.

22 de fevereiro de 2020
Horário
Atividades
5h30m
- Despertar e preparação do relatório.
- Temperatura interna do Habitat: 26,9 oC;
- Umidade relativa interna do Habitat: 73%.
5h30m-6h30m
- Preparação do café da manhã.
6h30m-7h
- Café da manhã.
7h-8h
- Levantamento de atividades a serem desenvolvidas
8h-12h30m
- Construção do sistema de aquaponia Deep Water Culture Aquaponic Unit (DWC).
12h30m-13h
- Preparação do almoço
- Temperatura interna do Habitat: 32,2 oC;
- Umidade relativa interna do Habitat: 54%.
13h-13h30m
- Almoço.
13h30m13h45m
- Limpeza do Habitat Marte.
13h45m-14h20m
- Termino da instalação da iluminação da área ampliada do Habitat Marte.
14h20m-14h30m
- Preparação para o encerramento da missão.
14h30m
- Encerramento da missão.

Resultados e considerações finais
                  A missão 29 na estação de pesquisa Habitat Marte, na zona rural cidade de Caiçara do Rio do Vento, Rio Grande do Norte, aconteceu nos dias 21 e 22 de fevereiro de 2020. Foi a terceira missão  no ano de 2020.
A equipe da missão 29 foi composta por Davi Souza(Executivo-chefe da missão), Dalmo Santos (cientista-chefe), Sarah Campos(Assistente de engenharia) e Julio Rezende(comandante). A missão teve uma carga horária de 21 horas.
Durante a missão foi iniciada a construção do Deep Water Culture Aquaponic Unit (DWC) coordenada pelo pesquisador Dalmo Santos.
O local registra os benefícios advindos da expansão do BioHabitat em 33 metros de área. O BioHabitat está passando de uma área de 12 metros de área para 45 metros. Parte dessa área acomodará o Deep Water Culture Aquaponic Unit (DWC), assim como duas sementeiras. O local será ainda integrado ao canteiro econômico. 
                  Durante o sábado foi recebido uma visita de estudantes do IFRN, UFRN e da cidade de Caiçara do Rio do Vento. Na oportunidade da visita professor Julio Rezende falou do desafio do Habitat Marte funcionar conforme um conceito de autossustentabilidade. Desse modo, necessitamos produzir o próprio alimento que será consumido nas missões de simulação espacial; gerar a própria energia; tratar o esgoto e captar e armazenar a água da chuva que é utilizada durante as missões, recurso esse fundamental para a produção de alimentos. 
Também foi apresentado aos estudantes a importância de se valorizar a atividade do produtor rural e a necessidade de incorporar inovações como é o caso da aquaponia que possui papel de produzir alimentos com maior economia de água. Dalmo Santosdestacou o papel do produtor rural familiar em atividade na zona rural de Caiçara do Rio do Vento. Enfatizou que o produtor rural familiar deve ser valorizado, sendo o agronegócio a principal atividade econômica brasileira. 
O encontro entre os estudantes e os pesquisadores do Habitat Marte mostra que o Habitat Marte cumpre o seu papel de transferir conhecimentos e tecnologias para produtores rurais, estudantes e professores cumprindo o seu papel de contribuir para a erradicação da pobreza (ODS 1); combate da fome (ODS 2); promoção de educação de qualidade (ODS 4); promoção de trabalho e crescimento econômico (ODS 8) e colaboração para o desenvolvimento de uma comunidade mais sustentável (ODS 13). Percebe-se assim uma vasta colaboração do Habitat Marte para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Foi feito convite para os estudantes participarem de missões no Habitat Marte. Davi Souzaapresentou o funcionamento do BioHabitat e o sistema de aquaponia.
                  Sarah Camposé estudante de Ciência e Tecnologia na UFRN. Durante a missão desempenhou várias tarefas. É muito importante a participação feminina nas missões, principalmente jovens estudantes. O encorajamento a adolescentes a participar de atividades científicas se relaciona ao Objetivo do Desenvolvimento Sustentável 5 – Igualdade de Gênero. 
O Habitat Marte teve significativas melhorias desde a última missão: incorporação de um ar condicionado inverter no dormitório/ sala de pesquisa. Nesse ambiente foi incorporado mais uma cama, tendo condições de acomodar hoje de 5 a 6 pessoas. Também foi organizado um bureau utilizado como mesa de reuniões. O ar condicionado trouxe grande conforto para a equipe. 
Mais informações sobre as missões e o Habitat Marte podem ser encontradas em www.HabitatMarte.com.

Prof. Julio Francisco Dantas de Rezende (Comandante da missão) - Habitat Marte – www.HabitatMarte.com.

Relatório da Missão 33 do Habitat Marte - 23 de março de 2020.

Membros da missão : Davi Souza Engenheiro-chefe E-mail:  daviafs15@gmail.com Cassiano Pereira da Silva Executivo-chefe c...