sábado, 9 de novembro de 2019

Relatório da Missão 23 do Habitat Marte - 8 e 9 de novembro de 2019



Período: 
8 a 9 de novembro de 2019.

Local: 
Habitat Marte – Núcleo de Pesquisas em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade do Semiárido (NUPECS) – Caiçara do Rio do Vento – RN – Brasil.

Membros da missão:
Dalmo Múcio Silva dos Santos
Comandante da missão
E-mail: dalmomucio@gmail.com

Davi Alves Feitosa de Souza
Engenheiro-chefe.

Prof. Julio Francisco Dantas de Rezende
Executivo-chefe

Objetivo geral:
Avaliação da ampliação das áreas de cultivo.

Apresentação
Na missão 23 elaborou-se resumos para o 50th International Conference on Environmental Systems (ICES). Realizou-se o manejo do BioHabitat; foram avaliadas  opções de ampliação da área de cultivo do BioHabitat e discutiu-se delineamentos e oportunidades de pesquisas para o ano de 2020.

Atividades desenvolvidas na missão:
- Elaboração de resumos para o 50th International Conference on Environmental Systems (ICES);
- Monitoramento e manejo do BioHabitat;
- Realização de caminhada para reconhecimento de área que pode vir a funcionar o complexo aeroespacial, área que pode vir a ser utilizada para testes de foguetes, drones e rovers;


8 de novembro de 2019
Horário
Atividades
22h-22h40m
- Atividade pré-missão;
- Início da missão no Habitat Marte;
- Transporte dos materiais.
22h20m-0h
- Preparação de resumos para o 50th International Conference on Environmental Systems (ICES).

9 de novembro de 2019
Horário
Atividades
0h-2h40m
- preparação de artigos para o congresso ICES 2020;
- reflexão sobre educação em espaço e sustentabilidade;
- Temperatura interna do Habitat: 27,7 oC.
2h30m-2h40m
- Preparação para dormir.
- Temperatura interna do Habitat: 27,7 oC.
6h20-7h
Despertar e realização de análises e ajustes no BioHabitat
7h-7h30m
Café da manhã.
7h30m-8h
Avaliação de oportunidades de pesquisas.
7h45m
- Temperatura interna do Habitat: 28,2 oC. 
- Umidade relativa interna do Habitat: 59%.
8h-8h45m
Atividade Extraveicular: exame de formações rochosas na região.
8h45m-8h50m
Visita ao MarsLab.
8h50m-9h
Realização de análises no BioHabitat.
9h-11h
Realização da biometria do BioHabitat e levantamentos diversos.
11h-12h
Levantamento de oportunidades de pesquisas futuras.
12h
- Encerramento da missão.


Resultados e considerações finais
Aconteceu nos dias 8 e 9 de novembro de 2019 a vigésima terceira missão na estação de pesquisa Habitat Marte, na cidade de Caiçara do Rio do Vento, Rio Grande do Norte. A equipe da missão 22 foi composta por Dalmo Santos(Chefe da missão), Davi Souza(engenheiro-chefe da missão) o professor Julio Rezende(executivo-chefe). A missão teve um enfoque especial a avaliação da ampliação do BioHabitat.
Durante o percurso de chegada ao Habitat Marte discutiu-se vários aspectos relacionados à aquaponia e os cuidados que devem existir para que se tenha um equilíbrio no fornecimento de nutrientes no sistema.
A missão teve uma carga horária de 14 horas, existindo alguns aspectos que dificultaram a realização de uma missão mais prolongada. Contudo, a missão apresentou importantes contribuições em termos de estudos e realização de futuras pesquisas.
Como sugestão para a próxima missão sugere-se uma parada de manutenção e limpeza do sistema hidráulico do BioHabitat, tendo em vista a necessidade de se promover uma maior segurança e melhor funcionamento do sistema.
Uma grande realização foi identificar a operacionalização de uma possível nova linha de atuação do Habitat Marte: o programa educacional: Habitat Marte Educational Program (HMEP), com o desafio em transformar jovens em futuros especialistas espaciais. Reflexões também sobre a educação em Marte, como ela poderá ocorrer e que tipos de tecnologias e metodologias podem dar este suporte. 
São orientações para as próximas missões:
- Correção / Restituição da terra do canteiro econômico e implantação do sistema de automação;
- manutenção preditiva do BioHabitat;
- reflexão sobre o redesenho do futuro sistema de aquaponia com implantação dos sistemas dos tipos NFT, DWC e aeroponia, modalidades essas que servirão de objeto de pesquisas futuras;
- ver possibilidade de aquisição de novos sensores e métodos de monitoramento (pluviômetro, anemômetro ou estação de meteorologia) de dados ambientais do Habitat Marte. Verificou-se uma baixa umidade, chegando a atingir apenas 36%, a menor já registrada;
- início da preparação do planejamento de 2020 e atividades para 2020.1;
- levantamento de possíveis parcerias futuras.
As missões nos habitats de simulação espacial, como o Habitat Marte, e nos futuros habitats espaciais servem para avaliar possíveis grandes impactos que podem existir nas relações familiares, nos relacionamentos com as pessoas que encontram-se distantes. Esse pode ser um grande desafio para as missões espaciais e análogas.
Todas as missões têm importantes ensinamentos. Esta missão apresentou também características especiais à medida que se delineia linhas de atuação futura do Habitat Marte.
Mais informações sobre as missões e o Habitat Marte podem ser encontradas em www.HabitatMarte.com.

Prof. Julio Francisco Dantas de Rezende (chefe-executivo),Dalmo Santos(Comandante da missão) eDavi Feitosa (engenheiro-chefe da Missão) - Habitat Marte – www.Habitatmarte.com.

terça-feira, 5 de novembro de 2019

A estação espacial Habitat Marte é apresentada no Museu do Amanhã



A estação de pesquisa Habitat Marte é tema de palestra no Museu do Amanhã, na cidade do Rio de Janeiro. A apresentação ocorre no dia 6 de novembro. A palestra intitulada Marte e semiárido: desafios à sustentabilidadeconvida a se refletir sobre a produção sustentável de alimentos em regiões sob ameaça climática no planeta, como é o caso da caatinga brasileira, em especial o sertão do Rio Grande do Norte, onde funciona o Habitat Marte na cidade de Caiçara do Rio do Vento à 100 km de Natal, na BR 304.
A estação Habitat Marte tem como desafio funcionar como um ambiente circular no qual é realizada a produção de alimentos, reciclagem de resíduos, produção da própria energia, coleta, gestão e tratamento da água e tratamento e reuso de águas rediduais. Tais conceitos e os protocolos desenvolvidos na estação são aplicados em habitats espaciais.
Soluções encontradas no Habitat Marte, como a operacionalização de tecnologias sociais a exemplo da aquaponia, de estufa e canteiro econômico, podem colaborar para  o combate à fome e pobreza, aspectos esses relacionados aos desafios a serem enfrentados através da operacionalização dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável.
A palestra explora sobre como o compartilhamento de ideias geradas no Habitat Marte através de relatórios, pesquisas e palestras pode despertar o interesse pela ciência de crianças e jovens. O Habitat Marte está construindo uma parceria voltada à divulgação científica com o Museu do Amanhã.
Mais informações sobre o Habitat Marte podem ser encontradas em:www.HabitatMarte.comou através do Whatsapp: 99981-8160.

Informações sobre a palestra na página do Museu do Amanhã:
https://museudoamanha.org.br/pt-br/evento-marte-e-semiarido-desafios-a-sustentabilidade

Palestra na Universidade Federal Fluminense - 5º Workshop de Engenharia de Biossistemas - 3º dia - 7/11/2019

A apresentação sobre o Habitat Marte no 5o Workshop de Engenharia de Biossistemas encontra-se às 5h30m do vídeo do evento.