segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Relatório da Missão 22 do Habitat Marte - 3 e 4 de outubro de 2019


Período: 
3 a 4 de outubro de 2019.

Local: 
Habitat Marte – Núcleo de Pesquisas em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade do Semiárido (NUPECS) – Caiçara do Rio do Vento – RN – Brasil.

Membros da missão:
Davi Alves Feitosa de Souza
Comandante da missão

Lucas Ataide Abrantes 
Agrônomo-chefe

Cíntia Marcelly de Souza Mafra
Engenheira-chefe

Prof. Julio Francisco Dantas de Rezende
Executivo-chefe

Objetivo geral:
Melhoria da infraestrutura física do Habitat Marte e a operacionalização da Estação de Tratamento de Resíduos Orgânixos (ETROS).

Apresentação
Na missão 22 consumiu-se pela primeira vez tilápias cultivadas no Habitat Marte, conforme o conceito de autossustentabilidade. A missão 22 voltou-se à melhoria da infraestrutura física do Habitat Marte. Realizou-se a organização do laboratório MarsLab, a operacionalização da Estação de Tratamento de Resíduos Orgânicos (ETROS) e a melhoria e organização da biblioteca.

Atividades desenvolvidas na missão:
- operacionalização da Estação de Tratamento de Resíduos Orgânicos (ETROS);
- organização da biblioteca e melhoria como a instalação do forro e de cortinas;
- organização do MarsLab;
- consumo das tilápias do BioHabitat;
- Monitoramento e manejo do BioHabitat;
- observação astronômica.

3 de outubro de 2019
Horário
Eventos
9h50m
- Início da missão no Habitat Marte;
- Transporte dos materiais;
- Temperatura interna do Habitat: 31,6oC;
- Umidade relativa interna do Habitat: 46%.
10h-11h15m
- Preenchimento dos questionários iniciais por Lucas e Cíntia.
- Manutenção das instalações do BioHabitat. Troca do rotor da bomba d’água por Davi.
- Preparação do relatório.
11h15m-13h
Organização do MarsLab.
13h-13h30m
Preparação do almoço.
13h30m-14h
Almoço.
14h-16h10m
Limpeza do BioHabitat e organização do MarsLab
16h10m-17h30m
Atividade Extraveicular: visita das instalações do Habitat Marte e visita ao mirante
17h30-18h10m
Preparação do ETROS
18h10m-18h40m
- Observação astronômica.
18h40m-19h
- Conclusão do ETROS
19h-19h40m
- Biometria e coleta dos peixes para serem consumidos
19h40m-20h30m
- Avaliação de preparo dos peixes e considerações sobre artigos futuros.
20h30m-22h20m
- Preparação dos filés de tilápia.
- Preparação do relatório.
- Melhoria do Protocolo  de Processamento Sustentável de Pescados (PPSP).
22h20m-0h
- Preparação do jantar com tilápia e arroz;
- Preparação do relatório;
- colocação do forro da biblioteca.

4 de outubro de 2019
Horário
Eventos
0h-0h40m
- Jantar.
0h40m-2h30m
- colocação do forro da biblioteca;
- colocação das cortinas da biblioteca;
- organização da biblioteca.
2h30m-2h40m
- Preparação para dormir.
- Temperatura interna do Habitat: 25,8 oC. 
- Umidade relativa interna do Habitat: 68%.
6h-6h40m
- Despertar.
- Temperatura interna do Habitat: 25,6 oC. 
- Umidade relativa interna do Habitat: 68%.
A sensação agradável nesta manhã.
- Preparação do café da manhã.
6h40m-7h
Realização da biometria do BioHabitat.
7h-7h30m
Café da manhã.
7h30m-8h
-Foto oficial.
- Preparação para a saída.
8h10m
- Encerramento da missão.

Resultados e considerações finais
Aconteceu nos dias 3 e 4 de outubro de 2019 a vigésima segunda missão na estação de pesquisa Habitat Marte, na cidade de Caiçara do Rio do Vento, Rio Grande do Norte. A equipe da missão 22 foi composta por Davi Souza (comandante da missão), Cíntia Mafra (engenheira-chefe), Lucas Abrantes (agrônomo chefe) e o professor Julio Rezende(executivo-chefe). A missão teve um enfoque especial na operacionalização da Estação de Tratamento de Resíduos Orgânicos (ETROS) do Habitat Marte e na organização do Laboratório de Tecnologias Aplicadas à Marte e o Semiárido – MarsLab.
Seria possível destacar como principal resultado da missão a preparação de tilápias que foram cultivadas no sistema de aquaponia. Foram consumidos 4 peixes que depois da preparação dos filés geraram 620 gramas de fonte de proteína. Esta pode ser considerada uma das principais missões do Habitat Marte, tendo em vista que um dos principais propósitos dos habitats circulares é gerar o próprio alimento a ser consumido. É possível afirmar que o Habitat Marte consiga nos próximos seis meses encontrar uma condição de autossustentabilidade, a partir do consumo de alimentos produzidos exclusivamente na estação.
Dias anteriores à data da Missão 22, foi informada a ocorrência da primeira parada do sistema de produção de alimentos em operacionalização no BioHabitat. A parada ocorreu por falhas geradas na bobina do motor responsável por bombear a água proveniente do tanque dos peixes. Por essa razão, foi necessário realizar a primeira intervenção corretiva no Space Aqua, a fim de trocar a bobina do motor e determinar encaminhamentos para evitar futuras ocorrências semelhantes.
A circulação da água é um elemento fundamental para o funcionamento adequado do sistema, já que se trata do recurso responsável por fazer a entrega dos nutrientes aos leitos de cultivo (growbeds). Durante a intervenção notou-se algumas alterações relevantes que poderiam interferir no processo de cultivo, entre elas: matéria orgânica acumulada no fundo do tanque; entupimento das tubulações e torneiras; falta de água para as plantas;  alteração considerável dos níveis dos compostos nitrogenados (Ph, Nitrato e Amônia Tóxica).
A intervenção possibilitou implementação de um novo protocolo de gestão voltado para o BioHabitat. O Protocolo de Manutenção e Limpeza do Space Aqua/Biohabitat foi desenvolvido a partir dos conceitos de manutenção preditiva, preventiva e corretiva juntamente com a necessidade da rotina de limpeza do sistema. As ações presentes no protocolo dividem-se em estágios de limpeza, verificação, além de identificação, análise e encaminhamento para possíveis problemas que possam vir a acontecer durante a produção de alimentos no Habitat Marte.
Sobre a observação astronômica foram observados poucos satélites. Estava nublado, o que dificultou a observação de satélites.
A missão teve uma carga horária de 22 horas. Foi possível realizar várias atividades de melhoria da estação Habitat Marte, com ênfase na biblioteca, no laboratório MarsLab e o ETROS.
Durante a missão foram aprimorados procedimentos operacionais do Habitat Marte, principalmente referente ao funcionamento da Estação de Tratamento de Resíduos Orgânixos (ETROS).
Mais informações podem ser encontradas em www.HabitatMarte.com.

Prof. Julio Francisco Dantas de Rezende (chefe-executivo)e Davi Feitosa (comandante da Missão) - Habitat Marte – www.Habitatmarte.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Relatório da Missão 24 do Habitat Marte - 4 a 5 de dezembro de 2019.

Período:  4 a 5 de dezembro de 2019. Local:  Habitat Marte – Núcleo de Pesquisas em Engenharia, Ciência e Sustentabilidade d...